sábado, 9 de maio de 2009

'... À LUZ'

Entrei como quem vai visitar um amigo que não vê há muito tempo, com o receio de o não reconhecer, de estar muito diferente do que a memória lembra.

Conheci-a, ou melhor às suas fotografias, no início de Fevereiro. Coincidíramos, no mês anterior, na entrada na blogosfera. O seu espaço foi dos primeiros que comecei a acompanhar com regularidade. Terá sido das primeiras seguidoras do meu blog. No primeiro impacto o que mais me cativou foi a múltipla leitura das suas imagens. Não eram fotografias ilustrativas dum espaço, duma atmosfera, duma paisagem. Eram pormenores do olhar, instantes vivos de sensibilidade, captações feitas com emoção. Fui cultivando o prazer de aceitar o convite para entrar nelas e aspirar-lhes o aroma que transformo em palavras. Comecei a escolher uma após outra para espalhar palavras em histórias que se foram escrevendo a partir de ideais que me inspiraram.

Percebi, há uns dias, que tinha alguns trabalhos expostos. Decidi ir vê-los. Não poderia recusar esta oportunidade de olhar para eles, com um olhar vivo. Não virtual. Ia avisado de que a realidade era diferente. Daí a minha apreensão na entrada. Ia vê-las. Como se as fosse conhecer... pessoalmente. Entrei com o receio de as não reconhecer. São seis. Mas reconheci algumas delas. É verdade! Tive de olhá-las de forma diferente. Tive de as ver expostas. Tive de olhar para elas com uma certa distância. Como se me dissessem: Contempla-nos! E assim fiz. Procurei-lhes o lado mais estético e lá estão prontas a cativar. A distância privilegia A happy birthday to me, aquela delas que porventura tem essa sustentabilidade mais consistente. Por as lembrar com menor precisão Heat of the night e Hot & Cold convidaram-me a ficar mais tempo na sua companhia. Quanto às outras – Find your balance, Into your soul e Shadows – confesso, a mim, ficou-me a saudade da forma como as conheci. Quando as senti pedirem-me que as lesse.

Para quem, ainda, não as conheça pode visitá-las no blog da Sonja, no flickr ou, até final do mês, no Espaço Bar 40 e 1, em Lisboa. Aqui, escrevo inspirado nelas sob a etiqueta ampliações.

3 comentários:

Marta disse...

Eu conheci o trabalho da Sonja através do seu blog, Passos, e confesso que, tb eu, sou uma admiradora do trabalho da Sonja Valentina!
Para a semana, talvez, será a minha vez de experimentar esse olhar extra.
À Sonja só posso desejar o maior SUCESSO para que o seu olhar continue a ir longe, cativando.
E, por aqui, as ampliações são sempre um excelente momento!
Uma união perfeita. De imagens e palavras.
Bem-hajam.
abraço

Helena Branco disse...

Desde que vim aqui "cair" para usar a terminologia de POTT...o que primeiro me suscitou interesse num relançe do olhar foram as fotos,pois tenho o princípio de associar o que escrevo no lostrails
á imagem que escolho..Confesso que em termos de grafismo me convencem mais imagens como as de SONJA...por me revelarem mais contemporaneidade um sentido
estético apurado...diría feminino contemplativo até...Não procurei fotos para o meu blogue para não
subtrairem a sua escolha PASSOS mas tive a tentação...por isso concordo
com o que nos diz em ampliações e me incluo nos seus elogios a SONJA
Estou no PORTO...pena de não poder
visitar a exposição

ABRAÇOS

sonja valentina disse...

plena de emoção, de sorriso estampado na cara e os olhos rasos de água, apenas consigo dizer duas palavras: MUITO OBRIGADA!!!!

um abraço!