domingo, 28 de junho de 2009

RESGATA DE MIM O OLHAR

Foto recolhida aqui


Resgata de mim o olhar
que um dia deixaste no meu
a retinir
como o gotejar duma fonte
que não se deixa secar

Resgata de mim esse olhar
que em mim deixaste a sonhar
brilhante
como o sorriso duma labareda
que não se deixa molhar

Resgata de mim o olhar
que um dia me ofereceste
de surpresa
como a paixão dum poema
que não se deixa silenciar

Resgata de mim aquele olhar
que em mim um dia ateaste
sem anunciar
como os bagos dum areal
que não se deixam abraçar

Resgata de mim o teu olhar
e devolve-mo no infinito do horizonte,
num convite sem palavras, olha-me,
pede-me para entrar nele em segredo
como o céu se atraca no mar
como a chuva penetra na sede
e deixa-me perder nele
para que eu não me resgate
nunca
do teu olhar.

4 comentários:

Tia_Cunhada disse...

O olhar... o espelho da alma. Que saudades tenho também eu de um olhar que não consigo esquecer...

Belíssimo.

Hoje sem amanhã disse...

Olá

Há olhares que permanecem em nós como se fossem mel,esse sabor de algo que esteve tão perto.
Existirá melhor maneira de conhecer alguém senão entrando no seu olhar ??

Beijito

marcela disse...

Siempre hay algo que rescatar, nos volvemos naufragos cada dia y cada dia quizas algo nos rescata...
un abrazo a portugal tierra de mis ancestros

Helena Branco disse...

Muito belo!
pelo olhar vamos vislumbrando a alma...

ABRAÇO