sábado, 20 de junho de 2009

POR UM INSTANTE

Foto de Philip Perold


Se tu fosses o meu olhar
por um instante
no momento em que me ajoelho
frente ao mar
não para orar
mas para observar
a partida das ondas em cada regresso
a certeza da dúvida a cada chegada
Se tu fosses o meu olhar
por um instante
quando prolongo o meu pensamento
até ao horizonte no infinito alcançável
dum desejo na distância indefinida de contemplar
Se tu fosses o meu olhar
por um instante
na precisão das palavras que escrevo
semeadas na pele da emoção
vindimadas em bagos de ternura
Se tu fosses o meu olhar
por um instante
sempre que é meu desejo te ver
nada percepcionarias adiante
pois seria a tua própria imagem
que tentarias obter.

7 comentários:

sonja valentina disse...

ver através de outro olhar... com o mesmo sentido, na mesma direcção.

rouxinol de Bernardim disse...

Uma mensagem inebriante de ar puro...

VERA DE VILHENA disse...

Que bem que soube entrar na sua página hoje. A foto, o poema e,p or fim, o belíssimo video do Lenine! Só conhecia a versão da Mafalda Veiga e, como cantora, devo dizer que fui muito mais sensível a esta voz, a esta interpretação, e principalmente, ao excelente arranjo. Obrigada por este bocadinho.

paletadesonhos disse...

como o horizonte é tranquilo e suave , quando os nosso olhos se cruzam com o lado positivo da vida ... a vida é mesmo tão rara....
;)
bonita esta inspiração ... destas palavras, e da música que por aqui cruza

AnaMar (pseudónimo) disse...

Desejo o encontro desses olhares...
Bj

Parapeito disse...

:)
Gostei!
"Se tu fosses o meu olhar
por um instante
sempre que é meu desejo te ver"

Que bom seria ...

Dias cheios de brisas frescas*

© Piedade Araújo Sol disse...

um olhar, um poema.

um poema num olhar!

belo!

beij