sábado, 19 de setembro de 2009

PARABÉNS


Ao contrário do que é habitual, as palavras não saem. Não encontro como as compor e as aceitar como tradução do que sinto.

Num rápido flashback passo por inúmeros momentos que te pertencem, mas que me deste e me deixaste fazer nossos. Lembro a tua primeira diabrura, ainda antes de experimentares as primeiras inspirações, quando teimaste em te agarrar ao cordão umbilical, gerando apreensão e obrigando a cirurgia quando todos já te ansiávamos. Nessa altura, ainda era impossível dizeres: ‘Pai… 'tava a brincar!’

Recordo o teu primeiro internamento. A quase impossibilidade de te encontrarem uma veia onde espetar a agulha para te ministrarem o antibiótico. Como eras bebé…

E cresceste. E contigo os momentos que repartimos. As piadas não intencionais. As brincadeiras, os jogos, os livros, os passeios, os adormeceres, os acordares. Muitas vezes, o meu colo foi o teu baloiço, a tua cadeira, o teu meio de transporte. Algumas vezes os teus abraços têm sido o colo de que preciso.

Contigo e por ti viajámos juntos até galácticas, acompanhámos ratos, seres verdes que moram em reinos bué da longe, conhecemos figuras universais através da banda desenhada, visitámos zoos, foram-nos apresentadas personagens que se tornaram figuras públicas internacionais, testemunhámos viagens de animais em contentores ou aviões. Tu acreditando. Eu acreditando que tu acreditas.

Cresceste. Estás a ficar grande. Fogem os traços de bebé. Do meu gordalhão. Chegam os de rapaz. Mas não se esfuma a tua ternura, o teu sorriso, o teu carinho. E os teus beijos continuam a ser incalculáveis tesouros.

Hoje não consigo escrever as palavras que queria fazer tuas. Talvez seja difícil encontrá-las ao nível do que me fazes sentir. Hoje só me resta desejar que repitas muitos dias como o de hoje.

11 comentários:

Gi disse...

Ena, ena, mais um Virgem. :9
Parabéns ao filhote e aoa papás. Espero que seja ~um rapaz tão alegre, tão feliz e tão despreocupado como o meu filho de Setembro.

Marta disse...

PARABÉNS!
muitos.
e sim,
às vezes, quando o amor é uma montanha que não pára de crescer, não se se consegue dizer,
às vezes não se consegue.
parabéns aos pais, tb :)

C. disse...

Muitos parabéns. A ambos. Sobretudo pela possibilidade que criaram para uma tão bonita partilha de afectos.

Charlotte disse...

Por vezes não são precisas muitas palavras...quando o que se sente por alguém é indecifrável e até supremo.
Desejo aos dois que todos os dias sejam especiais, como o de hoje!
Parabéns!

cilita disse...

Podemos construir uma casa, plantar uma àrvore, contruir uma ponte, conseguir o melhor emprego do mundo, mas os nossos filhos, são as nossas melhores «obras», pele da nossa pele, carne da nossa carne.E é neles que fazemos os nossos melhores investimentos. Parabéns aos dois.

Tia_Cunhada disse...

Parabéns ao filho e ao pai...

sonja valentina disse...

ainda que atrasados, MUITOS PARABÉNS!!!!

paletadesonhos disse...

é ... os filhos são uma parte muito importante de nós
;)

© Piedade Araújo Sol disse...

Uau!

mais um virgem!

parabéns ao nino!

uma boa semana!

Patti disse...

Muitos parabéns ao 'bebé', eu até hoje ainda acredito em tudo o que o meu pai me disse e ainda diz.
Vais ver que se passará o mesmo com os teus filhos.

susana disse...

Estes momentos não se deviam perder, mas, atrasada, como sempre em coisas de aniversários, Parabéns! O teu filho há-de gostar de ler este texto um dia. Guarda-lho numa caixinha de cartão.