quinta-feira, 10 de setembro de 2009

OLHAR DE CRENÇA

Foto de Daniel


Sentava-se na última fila da longa plateia da basílica, alheia ao movimento que os turistas ofereciam em visitas ininterruptas de curta duração. Numa posição hirta, ligeiramente deslocada para a frente, parecia procurar garantir as palavras do orador ausente. O seu olhar distante fixava-se na fé, na esperança, no acreditar. Sem focalizar estava preso na crença e brilhava com a segurança de quem sabia que o desejado iria acontecer. No segredo do seu olhar era legível a certeza que ali a trouxera, a de fazer da oração uma prece ou agradecimento de quem não duvida, de quem não teme, de quem não lamenta, pois soube encontrar a felicidade no querer e no crer. Na vastidão do espaço, por entre as dezenas de visitantes, no paralelismo dos bancos, aquele olhar iluminava mais que os raios de sol que penetravam através dos vitrais da igreja.

2 comentários:

cilita disse...

Poderia ser eu, a personagem da tua foto. Costumo entrar numa igreja(S.Francisco), aqui na mimha linda cidade, e sentar-me no ultimo banco, não sei porquê naquele, talvez por ser o unico, que me mostra toda a grandiosidade daquela igreja.Mas ali sinto-me segura e tranquila.

Tia_Cunhada disse...

Há momentos assim... simples mas prenhes de significado.

E há quem os note...