domingo, 1 de março de 2009

DEFINIÇÃO

Foto © Wilson Hurst


Mergulho num oceano de palavras
esperando encontrar, sem procurar,
algum conjunto de letras
sem definição

Selecciono, Elimino
Elejo, Reprovo
Imponho, Recuso
Aceito, Esqueço

No meio de inúmeras palavras
uma há que se mostra
se atravessa em frente de todas
se levanta antes de cair
que grita sem articular
que ilumina sem ter luz
que desaparece e… se apaga

Pego nela, de novo
mais uma vez, penso eu
para quê defini-la?
Foram tantos os que o já fizeram
com expressões únicas
marcas que atravessam séculos
imagens eternas
Quantas definições inquestionáveis
que se derretem
na crueldade da vida?

É etiqueta de sentimento
É chama segura
que se apaga na desilusão
É rio veloz
que se perde num afluente
É tempestade que se dilui
com a descoberta duma nova estação
Criança, Menino, Adolescente, Adulto
sem idade para perecer
Sabor amargo na doçura dum sonho
Desencanto duma ilusão
Desejo e promessa por cumprir
Sonho cego
Silêncio falante
Fé vulnerável
Gota de água em terreno estéril
Raio de sol em aurora cinzenta
Força recorrente de nascer
depois de cada falecer


palavra tantas vezes definida
mas sempre por definir

2 comentários:

Gisela Rosa disse...

Adivinhei a palavra, mas não digo. Gosto muito destas suas palavras, mesmo muito. A luz do Sol!

Milouska disse...

Há palavras que por mais definições, nunca chegam a ser definidas: amor, saudade,...