segunda-feira, 23 de novembro de 2009

NOS TEUS DEDOS


Procuro entre teus dedos
o compasso da melodia
que quero compor;
ritmos de quem canta
sem ser compositor.

É o ritmo de teu coração
que procuro nas tuas mãos.
É em busca do tempo certo
que as abraço,
para que me sintas
na afinação demandada
nos batimentos que ouço
nos teus dedos.

E na harmonia de encontrar
tuas mãos nas minhas
fica-me a certeza de cantar
a felicidade de ouvir
o teu ritmo em mim.


4 comentários:

elsafer disse...

o encantamento das palavras , que paixão eterna se solta nesta pauta muiscal

Tia_Cunhada disse...

Este poema... música para os meus olhos...

Singular, como sempre.

Vict9r disse...

Bem, nem sei o que dizer....Lindo

Alexandra disse...

Não tenho palavras...