terça-feira, 14 de julho de 2009

O CAMINHO ATÉ TI


Sobre retalhos dos dias
estendo um caminho
que desenho até ti.
Espalho conchas de fogo
sobre areais de pegadas,
prados de passos por identificar
trilhos de oportunidades por descobrir.
Elejo linhas de estrelas
inventadas num mar de desejos.
Mas no universo das madrugadas
deambulo por vielas perdidas,
dias livres presos ao medo
do movimento incontrolado da paixão
suspenso na luz dum olhar
aceso, algures, na floresta de rostos
com que me cruzo mas não reconheço,
por me faltar ainda esboçar
o troço desse caminho
que me levará até ti.

4 comentários:

Ana disse...

Caminhos que se descobrem sem prévio esboço, cruzados pelo destino sob o fulgor das estrelas. Retalhos de vida.

Alexandra disse...

Os percursos da vida e os passos com que nos encaminha podem ser tão belos quanto esta melodia extraordinária.

Quero acreditar...

Tia_Cunhada disse...

"Só pelo amor o homem se realiza plenamente. Platão"

Que encontres esse caminho...

sonja valentina disse...

... caminhos errantes.