sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

RECADO II

Foto de Ursula I Abresch


Agarra-me com a força com que as pétalas o fazem à sépala!

E, se um dia, tiveres de me deixar cair
que o faças em terreno fértil fixo à tua raiz,
para que eu possa, de novo, fecundar com amor
os ramos da tua árvore.


9 comentários:

susana disse...

Outro, de arrepiar... :)

continuando assim... disse...

lindo ... :)

bj
teresa

Sonia Schmorantz disse...

Amei estas palavras, são fortes e doces!
beijo, lindo final de semana

Gi disse...

Mas se te deixa cair, achas que ela quererá que caias exactamente junto a ela para nela perdurares?

elisabeth disse...

bela imagem essa...

as pétalas te agarram
deixa-te agarrar, segura-te, não te deixes cair, em voos pelo ar, pelo mar...

e se tiver que acontecer que seja em terreno fértil, para fazer (re)nascer o amor nas folhas daquela árvore e tão bem comunica com as pétalas...

e confiar que quem agarra assim, não deixa cair...

Zaclis Veiga disse...

Feliz o destinatário desse lindo recado.
Lembrei de um poema do Paulo Lemisnki:

amar é um elo
entre o azul
e o amarelo

elsafer disse...

simples, perfumado , certamente ...

sonja valentina disse...

de ciclo em ciclo se recomeça e se renovam sentimentos. com a mesma força e paixão. acreditando!

Tia_Cunhada disse...

Que força... e como disseste tanto com tão poucas palavras...